Adiei nós dois

Quis urgentementedeixar-te, quem sabe,para depoisadiei teu caloradiei teu amoradiei nós dois Firmei compromissode não mais te verpois quis te tertodos os diasadiei a alegriade sermos nós dois Correndo contra o solo vi nascer na manhãdo dia que passouadiei o que podiaem que marquei o diaque agora chegou Abri a porta de saídanão deixei nada pra … Continue lendo Adiei nós dois

O que sabes de mim?

Como falas assimse nem me vistes uma noitee dizes ferir-te como açoitea saudade que tens de mim? Como ousas dizer meu nomenos bares que clamam na madrugadaminha presença torpe, apaixonada, e dizes que isso a deixa insone? Dizes como os que me conhecempelo pouco que lestes de mim,mas se muitas vezes nem são assimas tempestades … Continue lendo O que sabes de mim?

Desculpa se disse que te amo

Desculpa se disse que te amode repente, sem te deixar escolha…eu também não tive igual.Por favor, desculpe meu deslizeminha redundante tolicede amar sempre desigual. Desculpa se disse que te amose fiz assim como quem diz,causando-te surpresa e espanto,antes dos seus desencantos,que você me faz feliz. Desculpa, mas é que háno sereno do meu olharurgência como … Continue lendo Desculpa se disse que te amo

O poema que não escrevi

Resta-me a lembrança de tie os versos que virãoque não sei se serãode amor ou de desilusão. Resta-me em segredoo verso que se atreve,a lembrança das mãos,os olhares que não maisse encontrarão,a felicidade de acharteu cheiro em minha pele. Resta-me a lembrançada sensação de compreensão,de que neste fluxo de alienaçãoencontrei alguém, também,andando na contramão. Resta-me … Continue lendo O poema que não escrevi

Meu horizonte

Olha para o horizonte‎leva um candeeiro‎e me espera voltar‎sem pensar‎que é engano.‎‎Quem sabe‎daqui a pouco,‎talvez‎alguns‎anos. Julia, tua filha,terá 11 primaveras.Nosso tempo contamosquando o vento, enfim,trouxer minhas velas. Mas para tua cama,quentepara as tuas pernas,rentes, meu amor,irei voltar. Tu sabe, meu bem,que meu amor...é que meu amorflutua. Ao voltarlerei meus poemasenquanto tume ouve nua. Sem o … Continue lendo Meu horizonte